Fale Conosco

"*" indica campos obrigatórios

Oficinas Cognitivas

A cognição diz respeito à capacidade de perceber, armazenar, organizar, compreender, transformar e aplicar conhecimentos.

A memória, a atenção, o raciocínio, a associação e a linguagem são alguns dos processos ligados à cognição.

Com o envelhecimento ocorre um declínio natural de nossas funções cognitivas. Acrescido a isto, pode surgir, com o avançar da idade, uma série de doenças degenerativas, as quais podem afetar de maneira impactante essas funções.

Tendo em vista este conhecimento, na instituição Vitória Residence são desenvolvidas pelo profissional de psicologia uma série de oficinas e atividades que possibilitem a estimulação das habilidades cognitivas, ação fundamental no trabalho com o idoso. 

Veja as nossas oficinas: 

 
  • Oficina “Estimulando a Memória”: A memória refere-se à capacidade que nossa mente tem de resgatar informações e lembranças armazenadas, condição essencial para que outros processos cognitivos possam se realizar.

    O envelhecimento traz uma série de mudanças para as funções cerebrais, a capacidade de armazenamento das informações começa a ser afetada, sendo importante a estimulação para deter a evolução da perda da memória.

    Nas Oficinas de Estimulação da Memória são oferecidas diversificadas estratégias como: histórias, cantigas, atividades folclóricas, jogos, música entre outras.
  • Oficina de Jogos e Atividades Lúdicas: As atividades lúdicas são fundamentais na formação do ser humano, possibilitam o desenvolvimento cultural, a aquisição de conhecimentos e a socialização, contribuindo de forma significativa para a saúde mental dos indivíduos.

    Quando crianças temos no geral um contato imenso com jogos e brincadeiras, mas apesar de amadurecermos, ainda mantemos interesse por estas atividades.

    Os jogos possibilitam trabalhar organização, atenção, concentração e associação, sendo importantes na terapêutica com os idosos.

    Nas Oficinas de Jogos e Atividades Lúdicas os idosos são estimulados em diferentes habilidades e na convivência social.

  • Oficinas Musicais: A música é um recurso potente no trabalho com os idosos, tendo um campo de atuação ampliado, atingindo aspectos cognitivos, afetivos e sociais.

    Isto ocorre em virtude de a atividade possibilitar trabalhar ao mesmo tempo: lembranças passadas, habilidades como memória e atenção, bem como permitir unir os idosos em um só ambiente, melhorando assim a interação social e criando oportunidades de trocas.


    Nas Oficinas de Música, são utilizados diferentes recursos e estratégias, desenvolvendo-se atividades como: karaokê, estimulando o soletrar, música e movimento.

  • Oficinas de Artes e Artesanato: As atividades artísticas trazem vários benefícios no trabalho com o idoso, pois possibilitam exercitar o cérebro em diversas funções cognitivas e consequentemente auxiliam na atividade mental, minimizando eventuais impactos decorrentes do envelhecimento.

    Além disso, através da concretização dos diferentes trabalhos, o idoso pode fortalecer sua autoimagem e realizar trocas importantes no processo de socialização.
  • Oficinas de Criatividade: Manter o cérebro ativo é fundamental para fortalecer as conexões neurais.

    A melhor estimulação que se pode oferecer é fazer com que o cérebro trabalhe de forma criativa, pois quanto mais diversificadas as ações, mais se contribui para o exercício das funções cognitivas.


    Assim, realizar atividades que fujam da rotina, reduz o avançar de doenças, estimula a auto percepção e favorece a autoestima.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!